Buscar:

Mais de 800 servidores federais aderem à Funpresp após campanha feita pelo Sigepe

Imprimir PDF
Voltar

Um total de 805 servidores públicos federais optaram por aderir ao plano ExecPrev da Funpresp na última campanha realizada por meio do Sistema de Gestão de Pessoas (Sigepe). A 9ª campanha de adesão eletrônica terminou em 31 de janeiro de 2020 e foi promovida pelo Ministério da Economia.

ATENÇÃO! Agora, os 805 novos participantes têm até o dia 31 de março de 2020 para escolher o regime de tributação e definir como o imposto de renda vai incidir sobre a reserva previdenciária do participante: progressivo ou regressivo. Para isso, basta acessar a Sala do Participante. Mas é preciso ficar atento à data. Se o participante não fizer a opção no prazo legal, o regime escolhido será o progressivo. Clique aqui e entenda como funciona cada um. Esta opção não pode ser alterada e, por isso, o participante deve compreender sua implicação antes de decidir.

Já a alíquota de contribuição é automaticamente fixada em 8,5%. Se o participante quiser, pode realizar alteração para 7,5% ou 8% ligando para o número 0800 282 6794. Esses percentuais incidem sobre o salário de participação, que é a diferença entre o teto do INSS (R$ 6.101,06, em 2020) e a remuneração total do servidor (para quem recebe mais que o teto). Já o servidor que tem salário inferior ao máximo pago pelo INSS, o salário de participação é, no mínimo, R$ 1.463,30 para o plano ExecPrev. O máximo é a remuneração total do servidor.

Perfis de Investimentos – A data de adesão desses 805 servidores ao plano ExecPrev pela campanha realizada via Sigepe é 1º de fevereiro de 2020. Esses novos participantes, agora, têm até o último dia útil do mês subsequente à data de filiação para fazer a opção por um dos quatro perfis de investimentos – ou seja, até 31/03/2020 (último dia útil do mês seguinte ao da filiação).

Se quiser alterar o perfil, o servidor deve fazer uma Análise do Perfil do Investidor pela Sala do Participante. Pelo modelo Ciclo de Vida, adotado na Funpresp, o participante é alocado em uma das quatro faixas de investimentos de acordo com a idade. Em cada faixa, há variação no percentual investido nas carteiras Preservação e Performance. Para mais informações, clique aqui e acesse a página especial sobre perfis.

Fonte: Funpresp, em 20.02.2020